Conheça os modelos de películas automotivas permitidas e as diretrizes de aplicação de acordo com a legislação

 

Seja para deixar o veículo mais estiloso, trazer privacidade e segurança para o condutor e passageiros ou até mesmo para garantir a integridade física em casos de acidente, as películas automotivas são itens presentes em grande parte dos veículos atualmente.

Mas você sabia que existe uma lei apenas para falar sobre os tipos de películas que são permitidas?
Se você ficou interessado, continue a leitura que vamos tirar todas as suas dúvidas!

 

VANTAGENS DAS PELÍCULAS AUTOMOTIVAS

Além de ser uma excelente ferramenta para trazer mais personalidade e segurança para os veículos, as películas oferecem outro benefício incrível: a proteção contra até 99% dos raios UV na parte interna do carro.

Ou seja, além de proteger os passageiros dos raios solares, ela também auxilia para que a temperatura não fique muito alta dentro do carro. Dessa forma, é possível também diminuir o uso do ar-condicionado e reduzir consideravelmente os gatos com combustível.

Ainda, as películas são excelentes agentes de segurança em caso de acidentes que envolvam impacto direto. Isso porque elas formam uma camada protetora nos vidros, gerando uma maior resistência e reduzindo a projeção dos estilhaços quando eles quebram.

 

QUAIS PELÍCULAS AUTOMOTIVS SÃO PERMITIDAS?

Os modelos mais usuais de películas são as espelhadas e as fumês. As espelhadas são aquelas que refletem a imagem do lado de fora, realmente parecem um espelho, e não tem como enxergar quem está do lado de dentro do carro. Esse tipo de película em automóveis é proibida por lei.

Já a película fumê é a mais comum. Ela tem diferentes níveis de transparência e vários deles são permitidos por lei.

 

QUAIS AS DIRETRIZES DA APLICAÇÃO DE PELÍCULAS AUTOMOTIVAS?

Conforme o Art. 111 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB ), não se deve instalar películas que prejudiquem a visão de quem está conduzindo o veículo. Ainda, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) indica percentuais que são permitidos na Resolução 254/2007.

De acordo com o Contran, a transparência considerada mínima de acordo com cada vidro é:

Para-brisas: pelo menos 75%;

Vidros laterais (da dianteira): pelo menos 70%;

Demais vidros do veículo: pelo menos 28%.

Legislação películas automotivas

Aqui na R5 contamos com as melhores películas automotivas do mercado, atuando dentro da legislação vigente para garantir os melhores resultados para os veículos do seu cliente.

Curtiu o conteúdo, ficou com alguma dúvida ou quer agendar um horário para conhecer mais sobre as nossas películas? Entre em contato conosco!