Escolher a película para vidros ideal para seu carro não é tarefa fácil. Ao chegar na loja de aplicação, o vendedor te mostra diversas opções mas como você não entende de películas, sua única saída é acreditar nele.

Mas será que tudo é verdade? Saiba agora, o que é essencial você saber na hora de escolher uma película ou o popular “insulfilme” para seu carro.

G8, G20, G?

O popular G, atualmente é conhecido como VLT, ou seja, valor de luz transmitido. Ele significa a porcentagem de luz que vai passar pelos seus vidros.

Ou seja, se você escolher uma película VLT 20%, 20% ou G20, passarão pelos vidros, apenas 20% de claridade, luz.

Raios Infravermelhos? 

Este é o ponto principal para diferenciar uma película de qualidade. Ao falarmos em raios infravermelhos, estamos falando de 48% da responsabilidade da geração do calor que chega ate nós. Então, podemos perceber que para reduzir calor, precisamos reduzir os raios infravermelhos.

Películas de baixa qualidade, dificilmente irão possuir redução deste causador de calor, por isso, quanto maior for este índice, melhor será o conforto térmico proporcionado pela película.

Além deles, 49% está associado a luz visível. Ou seja, o escurecimento. Outra desvantagem para as películas de baixa qualidade, pois desbotam rapidamente.

Mas não se engane, as películas de alta performance podem ter um excelente resultado mesmo nas tonalidades mais transparentes!

Na imagem: películas ASWF comparadas a um concorrente, material já com qualidade. Diferença principal é a redução no infravermelho.

Raios UV?

Praticamente todas as películas para vidros do mercado, reduzem 99% dos raios UV. Sabemos que os mesmos, são responsáveis por ocasionar lesões na pele, então, este é um fator importante para PROTEÇÃO. Veja bem, a cima, falamos que os infravermelho é responsável por 48% da produção de calor e a luz visível, por 49%… Sobrando para os Raios UV, apenas 3%. Isso significa, que ele interfere muito pouco no conforto térmico.

Mas a pergunta principal, é “por quanto tempo?”. As películas de baixa qualidade possuem uma rápida queda de performance, ou seja, películas com garantia de 1 ou 2 anos, podem perder esse valor em pouquíssimos meses após a aplicação e você ficar vulnerável aos malefícios provocados pelos raios UV.

E qual a permitida?

A lei diz que deve passar pelo vidro mais película:

Para-brisa: 75% de transparência luminosa;

Vidros laterais dianteiros: 70%;

Vidros Laterais traseiro e vidro traseiro: 28%.

Ou seja, os populares g20 ou g8 não são permitidos por lei.

Tem multa? 

Tem sim! A multa é de R$ 195,23 e 5 pontos na CNH.

 

Se mesmo depois dessas dicas, você ainda tiver dúvidas, não deixe de perguntar para o nosso pessoal. Temos um técnico a sua disposição para esclarecer todas as questões sobre películas.

Entre em contato aqui.